sexta-feira, 27 de julho de 2012

Um pouco de poesia a este dia...

Ao Dia do Escritor...

Por: José Cícero

Um brinde ao dia do escritor

Palavras... Palavras.../
e mais palavras.../
Pássaros ousados e altaneiros/
que me dão asas/
me elevam e me transportam/
além de mim/
e dos meus sonhos em flor.../
Utopias da minha própria alma./
Eterna Linguagem/
em que me fortaleço.../
e permeneço bem alto/
porém à margem de mim mesmo./
Vôos além do Nebo/
e tão sem medo./
Remédios, lenitivos e refrigérios/
para a minha dor.... /
Instante eterno./
Célere e efêmero/
Versos superlativos/
que grito/
e desde então carrego/
junto ao peito./
Fugas momento de felicidade/
que vez por outra sinto,/
enquanto escrevo/
e me liberto/
dos grilhões do mundo./
Cálice de absinto/
que bebo, saboreio/
e me embriago todo/
neste dia consagrado ao escritor.

José Cícero
Aurora-CE.
jc (Inédito) 25.07.12


LEIA MAIS EM:

www.cariridefato.com.br
Fonte: http://blogdomendesemendes.blogspot.com.br/2012/07/ao-dia-do-escritor.html

Nenhum comentário:

Google+ Followers